DANIEL KALANSKY

Daniel Kalansky é advogado com intensa atuação na assessoria de companhias abertas e sua regulação perante a CVM. Participou de diversos projetos de aquisições de empresas no Brasil, reestruturações societárias e de diversas estruturações de operações e produtos na área de mercado financeiro e de capitais. Trabalhou como associado internacional em Nova Iorque dos escritórios Holland Knight LLP e Covington & Burling. Possui extensa experiência em disputas relacionados a contratos de M&A. Tem se destacado em processos envolvendo fundos de investimento, atuando para os participantes do mercado.

Daniel é professor de operações societárias no curso de pós-graduação do Instituto de Ensino e Pesquisa – Insper, sendo doutor e mestre em Direito Comercial pela Universidade de São Paulo- USP. É árbitro na Câmara de Arbitragem do Mercado (CAM) e presidente do Instituto Brasileiro de Direito Empresarial – IBRADEMP. Tem sido destacado como referência em regulação e enforcement no mercado de capitais, com forte especialização em questões relacionadas à CVM.

Daniel possui experiência significativa em processos administrativos sancionadores no mercado de capitais, bem como em recursos no âmbito do Conselho de Recursos do Sistemas Financeiro Nacional, atuando na defesa dos interesses de companhias abertas, fundos de investimento, instituições financeiras e administradores. Ele é autor do livro “Processo Sancionador e Mercado de Capitais – Estudo de Casos e Tendências – Julgamentos da CVM” Vol I, II, III e IV em que foram examinados de forma inédita as principais tendências do órgão regulador bem como o enforcement da CVM.

Ele é autor de trabalhos e artigos publicados em periódicos e revistas jurídicas especializadas. Participou de diversas palestras e seminários de Direito Empresarial. É autor do livro “Incorporação de Ações – Estudo de Casos e Precedentes” e co-autor e coordenador do livro: “Direito Empresarial: Aspectos Atuais de Direito Empresarial Brasileiro e Comparado” e do livro “International Business Transactions with Brazil”.